• carmemrocha

Como e quando contratar um Coach?

Pessoas tem me procurado para perguntar o que podem fazer para trazerem mais luz e satisfação para suas vidas. Muitas delas atuam a décadas em grandes empresas e outras buscam uma nova oportunidade no mercado de trabalho. Há ainda outras em posições C-Level, questionando seu papel nas empresas e na sua própria vida.


Pensando nisso, o que esperar de um processo de coach eficiente? Como ter garantias que o profissional que está assessorando você realmente está preparado para essa finalidade de ajudá-lo a ampliar sua visão de oportunidades e trazer maior satisfação para sua vida?


Pensando a respeito, descrevi seis passos para não cair numa cilada:


1- Busque conhecer a formação e a trajetória profissional do coach que você pretende contratar e o que o(a) fez se tornar coach


2- Certifique-se de que esse profissional possui as credenciais para conduzir o trabalho de maneira profissional, com método e ferramentas reconhecidas no mercado


3- Busque evidências de que o profissional possui as certificações para aplicação dos instrumentos de diagnóstico que o coach usará durante o processo


4- Peça referências de pessoas que o coach já atendeu, preferencialmente na condução de processos nos quais os objetivos estejam alinhados aos seus


5- Não restrinja sua decisão ao investimento financeiro e analise cuidadosamente a proposta de trabalho considerando o tempo dedicado por sessão, formato (presencial, remoto, telefone ou misto), metodologia, instrumentos de diagnóstico contemplados na proposta etc.


6- Peça uma formalização da proposta técnica e comercial do processo de coach, com as premissas e diretrizes do trabalho, definindo os passos que serão percorridos, papeis e responsabilidades do coach e do coachee


Seguindo esses passos, certamente você conseguirá minimizar consideravelmente riscos de cair numa cilada como muitas pessoas tem caído no Brasil, desde que as escolas de formação de coach iniciaram as formações com um largo filtro (as vezes sem filtro) na aprovação dos candidatos a esta profissional que tem se tornado nos últimos 10 anos a mais procurada entre os desempregados. Quantos dos candidatos formados tem realmente o “enxoval” necessário para exercício desse ofício? Quantos possuem habilidades e condições de atuarem como coaching de pessoas de maneira profissional e eficaz?


Costumo dizer que coach é igual a piloto de helicóptero, quanto mais horas de vôo melhor. Então vai minha dica final, caso você que lê este texto agora seja um coach. Procure registrar disciplinadamente suas horas de atendimento, (pagas e pró-bonus), e faça constantemente sua autoavaliação sobre seus pontos de alavancagem e de melhoria.


Agora que refletimos sobre os passos essenciais para escolha do seu(sua) coach, é fundamental pensar em quando você de fato deve contratar esse serviço? Como saber se chegou a hora de obter ajuda profissional para trilhar novos caminhos e planejar novas rotas na jornada diária?


1º - Você se conhece realmente? Conhece suas forças e fraquezas, suas preferências, porque você decide por este ou aquele caminho? Sabe o real motivo de suas decisões e os impactos que elas trazem para as pessoas e ambientes nos quais convive?


2º Você sabe quais estratégias deve adotar para ter sucesso em sua carreira?


3º Você planeja o uso de seus recursos financeiros a ponto de sentir-se seguro(a) em relação aos custos fixos e variáveis no curto, médio e longo prazos?


4º Você tem consciência de sua maturidade emocional? Como processa e gerencia suas emoções? Quais são seus hábitos de “pensar, sentir, falar e agir” em relação a determinadas situações de conflito? Como você reage em situações de stress? O que o(a) faz agir dessa ou daquela maneira?


5º O que é mais presente em sua vida? Medo ou amor? Verdade ou mentira? Planejamento ou risco e improviso?


6º Com que frequência você assume riscos? Qual o impacto deles em sua vida?


7º O que você realmente quer em sua vida? O que não quer? Consegue identificar o que quer, pode e precisa?


8º Quais suas crenças impulsionadoras (aquelas que fazem você se superar) e suas crenças limitantes?


9º Você tem consciência do seu propósito na vida? Porque você faz o que faz? Por quanto tempo está disposto(a) a manter-se firme nessa caminhada ?


10º Você sabe como buscar novos caminhos de ação e alavancar performance ou obter mais satisfação para sua vida, seus relacionamentos, sua carreira, sua liderança, seu empreendedorismo, suas finanças, sua família, seus novos negócios...etc..?


Se sua resposta é não para as perguntas acima, você tem um bom motivo para procurar e contratar um coach. Com ajuda de um bom profissional você pode ampliar seu autoconhecimento e obter grandes conquistas em vários aspectos da vida. Mas lembre-se, por melhor que seja a metodologia adotada, os(as) melhores coaches são aqueles que realmente fazem a conexão com sua necessidade, devem ser experientes e possuir método e dominar instrumentos que facilitem o processo de autoconhecimento e definição de passos na direção do melhor uso do potencial para as questões que você deseja.


O bom coach é fortemente capacitado para ajudar você a trilhar o caminho. Não espere apenas “inspiração”, afinal essa caminhada traz muita “transpiração” e junto com ela resultados realmente surpreendentes. Assuma seu protagonismo e viva o melhor que puder.

0 visualização

Rua Itapimirum, 915  - Panamby

São Paulo - SP

Telefone

11 3772-3881

11 98133-7340 (WhatsApp)

 

© 2013 - Bem Mais Todos os direitos reservados.